PUBLICIDADE

O QUE OVIAJANTE ENCONTROU EM MATINHOS?

Art Brasil Construções e Engenharia

Nós construímos a casa dos seus sonhos!

Vereador pede a cabeça de secretário

Vereador pede a cabeça de secretário

Vereador Rodrigo pede fiscalização

Vereador Rodrigo pede fiscaçização

domingo, 6 de janeiro de 2019

EMPRESA TRAMBIQUEIRA ENROLA PREFEITURA E FAZ MORADORES REFÉNS DO LIXO!


A empresa vencedora da licitação da coleta de lixo na cidade de Matinhos, a qual já havia apresentado problemas em outras licitações, enrolou a prefeitura e entrega um serviço precário e caminhões caindo aos pedaços, sem a mínima segurança para a circulação e recolhimento dos resíduos produzidos durante os dias de alta temporada em Matinhos.
                No objeto do contrato da licitação a empresa deveria fornecer 16 caminhões para a coleta de lixo e receber por tal serviço mais de dois milhões de reais, porém, diante da má prestação do serviço contratado, deverá ser multada pela prefeitura, conforme as sansões previstas na ata de registros de preços nº 103/2018.
                Diante do caos causado pelo acúmulo de lixo, fomos ouvir o Secretário do Meio Ambiente (departamento responsável), para saber quais providencias seriam tomadas, segundo ele, a rescisão implicaria em um transtorno ainda maior, uma vez que: o trâmite entre o jurídico da prefeitura, o Ministério Público, a rescisão do contrato, uma eventual contestação na justiça e a abertura de uma nova licitação, teria um prazo possível superior a três meses, tempo esse em que a coleta ficariam ainda mais comprometida, uma vez que só contaria com os caminhões da própria prefeitura. Quanto ao caos causado, o Secretário Sergio Cioli, sensibilizado com a situação, convocou seus funcionários a fazer uma força tarefa, a fim de tentar amenizar a situação. Foram montadas equipes de coleta que estão nas ruas tentando aliviar o sofrimento da população.
                Quanto aos caminhões da empresa VERDETTO, nossa reportagem recebeu imagens do estado de conservação dos mesmos e, são de arrepiar os cabelos, o estado em que se encontram. Segundo relatos que nos foram feitos por pessoas que acompanharam a saída dos caminhões para a coleta, foram prometidos 16 caminhões, foram entregues 11 caminhões para o serviço, porém, desses somente sete tinham condições mínimas de rodagem, o restante, mal rodou alguns dias e já foram encostados com problemas mecânicos. Veja logo abaixo o estado dos caminhões flagrados no pátio da prefeitura e que não tiveram condições de sair para rodar.
                O SILÊNCIO INCÔMODO!
                Diante de todo o ocorrido, o que mais incomoda é o silêncio do prefeito Rui Hauer, que em nenhum momento se pronunciou, nem mesmo esclareceu se alguma providência jurídica seria tomada!
                FALTA DE GESTÃO OU INCOMPETÊNCIA
                Não é a primeira temporada que nos deparamos com esses problemas, se feita uma busca no facebook de moradores de Matinhos, verificamos que os mesmos vem se agravando desde o ano de 2015, em 2016 inclusive o tema fez com que o Secretário de Meio Ambiente da época publicasse um vídeo nas redes sociais tentando minimizar o problema.
                A pergunta que fica é: E o ano que vem, será que vai melhorar? Será que a prefeitura irá tomar mais cuidado com a licitação do lixo e melhorar o planejamento para sua coleta, ou ouviremos o mesmo blá, blá, blá, que vem se repetindo nos últimos anos!

Parafraseando o slogan de campanha do grupo vencedor: O COMPROMISSO CONTINUA... Só quem vem continuando a PIORAR, quem viver verá!




Fotos aéreas: Flight Drones Caioba - Rafael Bueno de Satis

Fotos in loco: Clovis Santos

Adicionar legenda

quarta-feira, 18 de julho de 2018

A VOZ DO POVO FALOU MAIS ALTO!

       O ano de 2018 não tem sido muito bom para o atual prefeito de Matinhos e seu padrinho político (também conhecido por CORONÉ). Sucessivas polêmicas seguidas de derrotas significativas têm feito parte do segundo ano de gestão do grupo político liderado pelo dono de uma certa rede de supermercados de Matinhos.
Clique na imagem para ampliar

       A mais nova derrota, após muita pressão popular e repercussão negativa na mídia foi o caso envolvendo a REDE DE SUPERMERCADOS BAVARESCO! Na data de hoje a Prefeitura de Matinhos publicou o decreto revogando a desapropriação dos terrenos ao lado da Arena Vicente Gurski, terrenos estes adquiridos pelo Grupo Bavaresco e no início da semana desapropriado para a construção de um centro poliesportivo e uma central de processamento de alimentos.
       Com o passar dos anos nota-se um enfraquecimento do grupo político que comanda a cidade, bem como do seu idealizador, seja por decisões que são contrárias ao interesse da população, seja por perseguições e intimidações. Parece que o POVO MATINHENSE está começando a PERDER O MEDO e a NÃO SE  CALAR MAIS ante os desmandos dos mandatários da cidade.
       Que o POVO passe a EXERCER cada vez mais o seu DIREITO de CIDADÃO e cada vez mais diga NÃO aos atos que só favorecem alguns poucos!

segunda-feira, 16 de julho de 2018

UMA NEBLINA SINISTRA PAIRA SOBRE A PREFEITURA DE MATINHOS

       Depois de passar um ano sem fazer nada, a atual gestão esse ano resolveu trazer o holofote para si, porém, da maneira mais negativa possível!
       Envolta em polêmicas desde o início do ano, agora a "bola da vez" é a instalação de uma nova unidade dos Supermercados Bavaresco, ao lado da Arena Vicente Gurski.
       Segundo o que alega o atual edil, não se tinha conhecimento da intenção da Rede Bavaresco em se instalar na cidade.
       Mas... o curioso é que o decreto de expropriação veio um dia depois de recolhidos os encargos para que o terreno que estava sendo negociado pudesse mudar de mãos.
       Todos sabem que o atual prefeito é apadrinhado político do ex-prefeito, que é o atual dono da maior rede de supermercados de Matinhos atualmente.
       A pergunta que não quer calar é: Teria o atual prefeito atuado a mando de seu padrinho político? Ou teria ele agido por conta própria numa tentativa de fazer um agrado ao seu padrinho?
       A instalação da nova unidade da Rede Bavaresco geraria um total de 600 novos empregos diretos e indiretos. Numa cidade carente de empregos, com farta mão de obra, certamente isso ajudaria e muito no desenvolvimento da cidade e de sua população.
       As perguntas que ficam no ar são: A quem interessa o monopólio na área supermercadista? Quem se beneficia politicamente com a falta de empregos na cidade? Quem se sente ameaçado com o desenvolvimento e o progresso em nossa cidade?
       Se você sabe a resposta, lembre-se disso na próxima eleição em 2020!

Compartilhe

Twitter Facebook Favorites More